natura

Fico triste quando tenho que dizer coisas não tão boas sobre produtos cruelty-free, mas é o que rolou nesse caso. Comprei o shampoo e o condicionador da Natura Plant, porque tava com desconto e eu tava precisando trocar de shampoo, meu cabelo tá caindo um pouco demais e tou achando que é porque uso o da Phytoervas a tempo demais. Comprei a opção Revitalização Pós Quimica, com triglicerídeos de gergelim, que diz ser especial para cabelos tingidos, com progressiva, etc. Quando chegou fui ler os ingredientes só pra checar e não é que o negócio tem sal na composição? (regra de ouro da progressiva: não use shampoo com sal) Já achei esquisito, mas pensei que os caras devem ser daquela linha que diz que shampoo sem sal é só propaganda, que é a mesma coisa e coisa do tipo. Fui testar o dito cujo, e abrindo senti um cheiro meio familiar. Fiquei quebrando a cabeça pra tentar lembrar da onde eu conhecia aquele cheiro, só sei que de cara não gostei. Mais tarde lembrei, tinha cheiro de PertPlus!! (essa é pra quem é das antigas hehe, quem não passou a adolescência nos anos 90 usando o shampoo/condicionador 2×1 que era o ápice da modernidade da época!)

Não, Pertplus não dá, é muito cheiro artificial pra algo que se diz natural em duas palavras do nome (natura plant)! Se o cabelo tivesse ainda ficado bom eu deixava quieto o lance do cheiro, mas não ficou nenhuma maravilha depois da escova (acho sim que esses shampoos com sal deixam o cabelo mais armado que os sem, pelo menos no meu caso).

Conclusão, liguei pro sac da Natura e já pedi pra trocar! O cara do atendimento veio com essa de que todo shampoo tem sal senão não faria espuma (mentiraa, pô, sei ler rótulo, sei que o nome quimico do sal é sodium chloride, ou cloreto de sódio em português, e já vi mil shampoos que não tem isso na composição). Mas falei depois que não tinha gostado MESMO e ele liberou a troca.  Então em bom tiopês: fikaadika!