É meio deprê isso que vou falar, mas não dá pra contar com papo de vendedor quando o assunto é cruelty-free. Eu nem chego a perder meu tempo perguntando pra vendedor se tal produto é testado em animal ou não porque sei que essa causa é ainda nova em terras brasilis e que provavelmente a pessoa nem vai saber do que eu tô falando. A real é que, mesmo na gringa, isso ainda acontece, vide o caso de uma blogueira novaiorquina que fez um post bem sobre isso:

http://dontbecruel-aguidetocrueltyfreebeauty.blogspot.com/2009/04/just-because-she-works-there-doesnt.html

Se até a Sephora dá dessas, imagina o resto hehe! É aquele lance que acontece em qualquer loja, vendedor quer vender e fala aquilo que o comprador quer ouvir, infelizmente não conheço nenhum que eu bote a mão no fogo que não faça isso, pode até ter, mas não manjo.

O melhor mesmo é pesquisar na internet, tentar saber de todos os detalhes do produto direitinho antes de sair pra comprar (informação é o que não falta, tanto em sites oficiais quanto em resenhas de blogs mundo afora). Tem que ser nerd da internet mesmo, não tem jeito, mas no fim, se ficar igual eu, você acaba ficando viciado no lance e nem vê mais o tempo passar vendo blogs!